fbpx

7 expressões comuns do inglês falado

O que significa o termo easter eggs?
18/04/2019
diferença entre speak e talk
Diferença entre speak e talk: quando usar?
10/05/2019

7 expressões comuns do inglês falado

Existem expressões comuns que somente os nativos no inglês estão habituados a utilizar no seu cotidiano e que você, que está aprendendo, não faz a menor ideia AINDA. Assim como nós, brasileiros, também temos maneiras peculiares de falar e nos expressar. Do outro lado do mundo isso também existe. E, dessa forma, caso tenha a oportunidade de viver com um nativo, você vai entender sobre as variações do inglês falado, que possui mais vícios de linguagem e expressões corporais.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue lendo o artigo até o final e descubra 7 exemplos de expressões comuns no inglês falado e alguns erros habituais de brasileiros ao falar a língua.

7 expressões comuns no inglês falado

Aqui vão algumas expressões muito comuns no inglês falado e que você deve usar em uma conversa para não se perder e nem passar vergonha. Dessa forma, comece a aplicar nas suas conversações e faça cada dia mais parte dessa cultura americana:

1.What’s up?

Para iniciar uma conversa com um amigo ou com um conhecido, nunca use a frase “how do you do?”, pois isso transmite muita formalidade. Dê sempre preferência por usar “What’s up?” ou “Wassup?”, porque isso gera uma maior aproximação com o interlocutor.

Além disso, essas expressões não necessariamente precisam de uma resposta. Servindo apenas para abrir o canal comunicativo. Entretanto, em situações mais formais, como uma reunião de trabalho, por exemplo, ainda é melhor falar “nice to meet you” ou “nice to see you”, para abrir a conversa. Portanto, veja o exemplo abaixo:

  • What’s up? How was the job interview? (E aí? Como foi a entrevista de emprego?)

2. If you ask me

Expressão utilizada em situações que você quer expressar a sua opinião, mesmo sem ninguém ter perguntado. Para iniciar a frase, você deve usar “If you ask me”, que significa “na minha opinião”. Assim, veja o exemplo abaixo:

  • If you ask me, that’s not gonna work! (Na minha opinião, isto não vai dar certo!)

3. To give props to someone

Quando você precisa reconhecer que alguma pessoa realiza ou realizou algo bom, deve utilizar “To give props to someone”, para dar os devidos créditos para ela. Portanto, veja um exemplo da aplicação abaixo:

  • “I gotta give her props for that song. She’s an amazing singer.” (Eu tenho que reconhecer ela por essa música. Ela é uma ótima cantora.)

4. Set the table

Quando nós vamos comer com toda a família em casa, sempre precisamos arrumar a mesa antes da refeição, não é mesmo? Em inglês, essa ação muito comum entre as famílias é chamada de “set the table”. Dessa forma, veja o exemplo abaixo:

  • “Let’s set the table cleaned before eating, otherwise you won’t have dessert.” (Vamos arrumar a mesa antes de comer, senão depois vocês não terão sobremesa.)

5. As I say

Essa expressão tem utilidade quando você quer reforçar algo que já costuma dizer com frequência. Portanto, veja abaixo uma possível utilização de “As I say” em uma frase:

  • As I say, for us to achieve success in this business we must work hard. (Como eu sempre digo, para conseguirmos alcançar o sucesso nesse negócio devemos trabalhar muito).

6. That reminds me

Quando você está em uma conversa e algo te faz lembrar de alguma coisa importante que deve fazer ou falar, empregue a expressão “that reminds me”. Assim, veja abaixo uma possível aplicação da sentença:

  • “That reminds me that I have to organize my documents.” (Isto me faz lembrar que eu tenho que organizar meus documentos).

7. See you later

Quando você sai para trabalhar, por exemplo, e verá a pessoa que mora com você mais tarde, poderá usar a expressão “see you later”. Veja o exemplo abaixo:

  • “I’m going to the supermarket and I’ll be right back. See you later.” (Eu vou ao supermercado e já volto. Até mais tarde.)

Erros habituais de brasileiros ao falar inglês

Assim, se você já sabe algumas expressões do inglês falado, confira abaixo erros muito comuns de brasileiros ao falar inglês. Afinal, quando você ainda está aprendendo uma nova linguagem é normal que você tenha algumas dúvidas. Portanto, preste bastante atenção nessas dicas.

Não pronunciar o dígrafo “th” corretamente

Por não existir na língua portuguesa, o dígrafo “th” dificulta muito a vida dos brasileiros que estão aprendendo a falar inglês. Dessa forma, para conseguir pronunciar seu som, é necessário colocar a ponta da língua nos dentes superiores, um movimento que não estamos acostumados a fazer. Outro ponto importante é que há bastante frases que se você não pronunciar de forma correta o “th” podem significar outra coisa. Por exemplo, “three” e “tree”, onde o primeiro significa “três” e o segundo “árvore”, respectivamente.

Traduzir diretamente do português

Outro equívoco regularmente cometido por brasileiros é pensar uma frase em português e a traduzir literalmente para o inglês. Dessa forma, quando você fica muito preso a tradução literal você se perde. Isso, muito vezes, dá errado pelo fato de que algumas construções em português não existem em inglês e vice-versa.

Assim, esse tipo de erro também é muito comum quando se tenta levar para outro idioma uma expressão idiomática ou gíria. Não é possível, pois a expressão só pode ser entendida como um todo e não palavra por palavra.

Proposição de verbos frasais

As proposições também são muito comuns no inglês, mas são usadas para compor verbos frasais categoria de palavras que não existe no português. Tome cuidado, pois, nesses casos, a mudança da proposição muda totalmente o sentido da frase. Como no caso de “look out” (ter cuidado) e “look into” (verificar).

Gostou de conhecer sobre as expressões mais comuns no inglês falado? Então, saiba que somente com a prática e constante estudo você vai conhecer mais exemplos e cada vez aumentar a sua fluência na língua. Portanto, conte com a LondonEye nesse processo, aqui você aprende inglês com resultados rápidos e tem confiança para encarar qualquer desafio.

Assim, se você gostou desse texto, aposto que vai gostar de ler esses outros aqui também:

Espero te ver lá!

Compartilhe

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *